Ao contrário do que possa pensar, a depilação não é uma prática recente, já no Egito as mulheres utilizavam algumas técnicas para se livrarem dos pêlos.

Actualmente as mulheres têm a sua disposição uma série de técnicas que lhes permitem depilar-se de uma forma mais cômoda, rápida e eficaz. Todas nós conhecemos essas técnicas e todas nós já as experimentamos várias vezes, demasiadas vezes!

Mas a maioria das mulheres, e mais recentemente também os homens, procuram geralmente uma técnica que lhes permita resultados mais duradouros nem que para isso tenham que se submeter a métodos depilatórios mais dolorosos como é o caso da cera ou das máquinas depilatórias.

É por esta razão que a depilação definitiva suscitou tanto interesse nas mulheres, e nos homens, um pouco por todo o mundo, porque todas nós queremos dizer de uma vez por todas adeus aos pêlos, doa-nos isso no corpinho ou na carteira!

A fotodepilação é a forma mais eficaz de depilação definitiva e pode utilizar tecnologias como a luz pulsada. A fotodepilação nasceu nos Estados Unidos á cerca de 15 anos e desde então transformou-se num caso de sucesso em todo mundo.

Luz intensa pulsada é igual a laser?
Não. Grosso modo, além de outras especificações mais técnicas, o que difere a luz pulsada do laser é o tipo de luz que emite e que no caso do laser é monocromática e na luz pulsada é policromática. Apesar de parecer uma diferença modesta a verdade é que a forma como depois atua a nível dos folículos pilosos é também desigual.

Na década dos noventa nos Estados Unidos começou-se a pesquisar o efeito dos lustres flash no tratamento das lesões vasculares, quando se descobriu o efeito que o IPL tem sobre os fibroplastos da pele que os estimula para que produzam mais colágeno, o que produz uma melhora importante no aspecto da pele. Por este motivo o IPL é usado em tratamentos de eliminação de manchas solares e fotorrejuvenescimento.

Envelhecimento facial masculino e feminino
O fotoenvelhecimento surge nas áreas da pele expostas ao sol, devido ao efeito repetitivo da ação dos raios ultravioleta. Esta ação varia de indivíduo para indivíduo, pois depende do grau de pigmentação da pele, da predisposição individual e da frequência e duração da exposição solar no decorrer da vida. Geralmente surge a partir dos 40 anos.

Os aspectos visíveis do envelhecimento na pele podem apresentar diferenças em cada área, por exemplo: a pele da face pode se tornar áspera, espessa, amarelada, inelástica (sem elasticidade), fosca e seca. Aparecem as pigmentações tipo sardas, os poros se dilatam e surgem as rugas.

É possível obter uma melhora do envelhecimento facial, diminuindo manchas e melhorando a superfície da pele. A Luz Intensa Pulsada, como age sobre os pigmentos da pele escuros e vermelhos, elimina vasos e manchas e melhora o colágeno dérmico.

Aspereza da pele
A aspereza da pele é conseqüência de alterações superficiais , que são bem atendidas pelo Fotorrejuvenescimento com Luz Intensa Pulsada.

Rugas finas
As rugas finas devem ser tratadas com técnicas de medicina estética, como o Botox, o preenchimento , os peelings, a bioplastia, mas podem se beneficiar com o tratamento da Luz Intensa Pulsada.

Alterações da pigmentação
Como a Luz Intensa Pulsada age sobre os pigmentos e a cor escura, as manchas causadas pelo fotoenvelhecimento são as melhores indicações do tratamento.

Manchas nas mãos
As manchas senis das mãos melhoram com o tratamento com a Luz Intensa Pulsada. Também se observa uma melhora da qualidade da pele.

in A Tribuna