Agora que o Verão começa a espreitar no Brasil, a dermatologista Daniela Hueb deu algumas dicas na sua coluna no jornal da Cidade de Bauru, sobre como se preparar para esta época do ano, apontando a depilação por luz pulsada intensa como solução para se "livrar dos pêlos para sempre".

A dermatologista aproveitou para explicar em que consiste este método de depilação. Leia e conheça a sua opinião sobre a depilação por luz pulsada.

Depilação com luz pulsada, por Daniela Hueb

Como funciona: A energia da luz pulsada é transformada em calor e destrói o folículo piloso, fazendo com que o pêlo que se encontra na camada superficial da pele seja destruído também. Com o tratamento, a quantidade e a espessura dos pêlos é reduzida drasticamente. A luz pulsada age no folículo piloso apenas e mantém a pele intacta.

Sessões: O número de sessões necessárias para a depilação depende de uma série de factores. Entre eles estão: a cor da pele, o tamanho da área a ser tratada, a quantidade de pêlos da mesma área e a sua espessura.

Em alguns casos, na terceira sessão já é possível denotar uma melhoria significativa. O facto é que o pêlo tem um ciclo de crescimento em três fases: anágena (crescimento), catágena (intermediária) e telógena (repouso).

Em cada parte do corpo existem pêlos em diferentes fases de crescimento, por isso, dependendo do paciente, são necessárias mais ou menos aplicações. A depilação deve ser feita na primeira fase, porque o pêlo tem mais probabilidades de ser atingido.

in Jornal da Cidade de Bauru