A tecnologia de depilação a luz pulsada tem sido desenvolvida em estreita colaboração com dermatologistas. Segundo um estudo realizado paralelamente em Washington D.C., Los Angeles, e Tel Aviv, com uma máquina de depilação a luz pulsada, é possível eliminar, em média, 58 por cento dos pêlos do corpo com esta técnica de depilação.

 

Os dermatologistas Dr Tina Alster, de Washington D.C., Dr. Steve Mulholand, de Los Angeles, e o Dr James Shaoul, de Tel Aviv, realizaram três tratamentos de luz pulsada com duas semanas de intervalo, analisando os resultados três meses depois dos tratamentos, e novamente passado seis meses. Os médicos realizaram tratamentos a 150 mulheres, nas axilas, pernas, virilhas, e braços.

 

O estudo permitiu concluir que, passados três meses, o tratamento reduziu 54 por cento dos pêlos nas axilas, e 41 por cento passados seis meses. Nas pernas, a redução foi de 65 por cento nos primeiros três meses, e de 54 passado seis. Nas virilhas, verificou-se a eliminação de 56 por cento dos pêlos passado três meses, e 43 por cento passado seis meses. Nos braços, a redução foi de 58 por cento, passado três meses, e de 52 por cento, passado seis meses.