Se existe um assunto com o qual as mulheres se preocupam, e muito, é o excesso de pêlos. Não há uma que, ao menos uma vez na vida, não tenha se questionado sobre o motivo de termos nascidos com tantos deles, ou não tenha sofrido ao menos um pouquinho na hora da depilação. Para as que sempre reclamam dessa prática comum de todas as mulheres vaidosas saibam que não estão sozinhas.

Com o slogan "Deixe os pêlos do corpo crescerem e aparecerem, e ao inferno com o que os outros pensam", um novo movimento feminista vem adquirindo força na Inglaterra e já ganhou algumas adeptas no Brasil. "A intenção é mostrar para as mulheres que a mídia é a culpada por mostrarem sempre como normais as mulheres sem pêlos nas pernas, nas axilas e no rosto", disse Jessica Olivas, uma das integrantes do movimento.

Para as meninas do "Hairy Awarey", ou no Brasil, peludas conscientes, se todo mundo adotar o look natural o padrão sem pelos deixará de predominar e as pessoas vão encarar com normalidade os eventuais bigodinhos. Para as menos vaidosas não recorrer à depilação pode até ser uma boa ideia, mas para as que valorizam uma boa aparência fugir das pinças e das ceras pode ser algo impensável.

in Gazeta Web

E você? Concorda com este movimento? Fazer a depilação é uma questão de pressão social ou uma necessidade estética?