O crescimento dos pêlos varia de pessoa para pessoa, conforme os seguintes factores: idade, peso, metabolismo, hormonas, etnia, medicamentos, entre outros. Mas todos os pêlos passam por três fases de crescimento distintas:

Fase de crescimento activo (fase anágena) que dura de 2 a 7 anos. Durante esta fase, as papilas cutâneas produzem activamente células de fios de cabelo com níveis altos de melanina. Em determinadas áreas do corpo, a maioria dos pêlos (83%) estão nesta fase.

Fase de degradação (fase catágena), que dura de 10 a 20 dias. Durante esta fase, o pêlo não cresce mais, porém não cai. Cerca de 3 a 4% dos nossos pêlos corporais se encontram nesta fase de forma geral. Neste período, o folículo piloso contrai-se durante uma preparação para ser expulso.

Fase de repouso (fase telógena), que pode durar vários meses. Nesta fase, o pêlo cai e um outro começa a ser formado. Não é possível tratar o folículo piloso durante este período.

O tratamento IPL só é eficaz quando o pêlo está na fase de crescimento activo e é importante notar que, num tratamento, nem todos os folículos na fase activa serão destruídos. Alguns folículos serão destruídos, outros ficarão mais finos e claros, e outros entrarão numa dormência prolongada.

Planeie vários tratamentos (é recomendado no mínimo seis durante seis meses) para destruir os folículos activos que não tenham sido tratados de forma eficaz na primeira sessão e para tratar os pêlos que saem da fase de repouso e iniciam a fase de crescimento activa.